Header Ads

ad

FAZENDA CARNAÚBA,PARTE II.















Sito no Município de Xique-Xique(BA) e distando 12 kms ou 2 léguas de sua sede,a Fazenda Carnaúba,tendo por cenário um riacho perene,uma extensa mata e belos coqueirais,é um verdadeiro oásis encravado no Sertão.Se vc já banhou ou pescou no riacho Grande,fez caçada de bandolas,tatus,caititus ou onças,"comeu muita água" ou dançou muito forró nas festas juninas da casa de D.Jacy.D.Alzira e véio Amando,Casa Grande,Cuscuz,Colina e na Casa der Colombo ou então jogou futebol defendendo as cores da camisa do time da fazenda,sob o comando - e os xingamentos tb - do mestre-mor e inesquecível Flavinho,ou se vc simplesmente conheceu as figuras ímpares do lugar,a exemplo de Ricardino,Vandinho,Delegado Cesário,Homão,Domingo Cobra,Osmar, Colombo,Geraldo,Zezinho,Pedrito,o velho Anísio,Bícudo,Nêgo Gato,Seu Luiz,Seu Antônio de Mario,Fussura (Im memorian) e outras personalidades ilustres,então este é o seu lugar.E nós como autênticos Carnaúbanos somos privéligiados."Matar a saúdade de lá nos faz lêmbrar do passado,pensar muito no presente e ainda muito mais no futuro. * Borderós:Essa é boa Salvador Teixeira,Teve um certo ano em que Salvador Teixeira fez uma plantação de milho no roçado, plantou meio sem fé nas chuvas,porêm foi surpriendido com uma boa invernada e o milharal era um dos mais bem suscedidos.Porêm tinha um problema como a sua terra faz divisa com as terras do seu primo colombo e que por sinal tem o rebando de gado mais bem cuidado daquelas bandas o "badogo" (como assim também é conhecido o grande salvador teixeira) tinha receio que o seu milharal chamase atenção de um grande marruá que colombo tinha,pois é antes da colheta o badogo contratou Maronice e sua mãe dona Maria tbm conhecida como Maria mijona,não sei o pôr que.Para tirar umas espigas verdes afim de assar e fazer uma cangica,e enquanto as duas tiravam as espigas dos altos pés de milho q chegavam a ter até quatro espigas por pé...Maronice ouviu um zumbido ao pé do ouvido e bateu com a mão, sem dar muita ligância e continuou tirando o milho...eis que então ao pegar em uma espiga abraçou também uma caixa de enchú caboclo,aquilo foi uma correria só,Maronice e sua mãe Maria são bem gordinhas...o badogo vendo aquela cena do batente de sua casa o milharal abrindo e fechando,deduziu e começou a gritar...primo colombo moço seu marruá entrou no meu milho...rsrsrs.Salvador contando essa passagem não tem cristão q fique quieto,eu quase morro de rir literalmente,enquanto Salvador contava o ocorrido na casa de Colombo na fazenda eu estava tomando café com bolacha, engasguei rindo e foi um sufoco kkkkkkkkkkkk...Postado por Anderson Brito (Bola). * Sopa de juá. Já provaram????Era época de eleições municipais. Ano 1982. Diz Carlos Santos no seu livro "Crônicas Xique-xiquíssimas" que,na reta final da campanha, um dos candidatos a vereador do grupo, resolveu visitar a Carnaúba,com mais 7 pessoas. Retornaram de lá de madrugada e,estando todos com fome,resolveram parar na casa de Salvador com o fito de filar uma bóia. Salvador apoiava o grupo político.Gritaram pelo nome de Salvador e nada dele atender.Cachorros latindo.Alguém pulou a cerca, se livrou dos cães e bateu na porta.Salvador acordou e a abriu com um revólver na mão e uma lanterna na outra.Informado do que se tratava, Salvador, que estava sozinho, convidou o grupo a entrar em sua casa.A conversa sobre política foi logo substituída pelos apelos dos amigos para que Salvador servisse alguma coisa para aplacar-lhes a fome.Salvador se retira para o terreiro,e os amigos sonham com as 2 galinhas que ele teria ido matar.Panela no fogo,Cortezano no copo, passando de mão em mão.Minutos depois, chega o cozinheiro Salvador com o prato principal: SOPA DE JUÁ.Ninguém teve coragem de reclamar.Anos depois,Carlos Santos,já prefeito,e que também provou da sopa,lembrou o fato e pediu uma explicação a Salvador.Ele disse:"Eu não tinha nada pra botar no fogo.O juá foi colhido para servir aos porcos.Tive a idéia de que a polpa era boa para se fazer sopa.Quase deu certo,só faltou um pouco de sal." Postado por André Teixeira. Fotos:Saulo Carvalho. Texto:André Teixeira da Comunidade Fazenda Carnaúba. Texto Final e Diagramação:Adriano Brito. Textos originais borderós:André Teixeira e Anderson Brito (Bola) da com.Faz.Carnaúba.

2 comentários:

  1. Salvador Texeira e suas histórias. Dei muita risada tambem desse velho Senhor. Pois sempre fui seu vizinho!
    Um lembrança legalq ue tenho dele era quando o mesmo em todo Natal, subia em cima de um meio muro de um terreno baldio proximo a sua "venda" e jogava brinquedos, balas, pirulitos, e até dinheiro para garotada da rua 24 de outubro.
    Infelizmente Hoje Seu Salvador Teixeira não realiza mais essas brincadeiras por motivos de saúde. Mas com ctz continua com aquele humor de sempre assim como seu filho Rômulo e seu neto Kamilo!
    Salve os humoristas natos!

    Att: Michell Oliveia

    ResponderExcluir
  2. Salvador Teixeira que é autor de várias poesias e contos,além ser uma pessoa muito querida principalmente para descendentes Carnaúbanos como eu.
    Salve,salve,Salvador Teixeira,grande Abraço.
    Adrino Brito.

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!!! Tenha responsabilidade em seus comentários, não nos responsabilizamos por conteúdos impróprios .