Header Ads

ad

A CIDADE DE BARRA DO MENDES TEM O MELHOR CARNAVAL DA MICRO-REGIÃO DE IRECÊ .




















Há 60 anos, a festa carnavalesca de Barra do Mendes vem passando por importantes transformações, sem perder as tradições. “Estamos inovando, trazendo trio elétrico, mas mantemos as marchinhas e o frevo, marcantes nas tradições da nossa festa, reverenciados por foliões da terceira idade e pela juventude”, disse o prefeito Manoel Gabriel dos Santos. Ele disse que fazer a folia momesca em Barra do Mendes não é fácil. “É um grande desafio para toda a equipe de governo e comissão organizadora. “A Polícia Militar cumpriu a atividade ostensiva de rotina, sem maiores dores de cabeça”, disse um soldado PM. Os profissionais de saúde de plantão no Hospital Municipal da cidade também informaram que não aconteceu nenhum registro violento relacionado à festa. Nossa festa acontece na data oficial do Carnaval, período em que o mercado carnavalesco, músicos, palcos, bandas, trios, tudo fica muito mais caro, por conta das demandas. Apesar disso, não estamos sacrificando servidores, nem fornecedores e toda a estrutura e grupos musicais receberão seus pagamentos à vista. Na quarta-feira de cinzas não haverá débito da festa”, informou o prefeito, durante pronunciamento sobre o trio elétrico “Mega Líder”.

A estrutura do evento, além de trios (também balançou as ruas o Mine trio Berrante Brasil) e palco, envolveu dezenas de policiais e agentes particulares para garantir a segurança dos foliões, profissionais de saúde contribuíram com os primeiros socorros, dezenas de barracas não deixaram faltar alimentação e bebidas para o público, estimado pela PM em 20 mil pessoas média/dia. Os blocos esgotaram suas camisetas antes mesmo do início das festividades, tendo que solicitar novas remessas, que foram vendidas durante o evento, conforme informação da Prefeitura. O desfile de blocos contou com a Velha Guarda, Porradão na Danga, Favela da Torre, Duamy na Balada, Bobos da Corte e Lodão.No trio ou no palco fixo, os foliões se divertiram ao som do grupo Assombra, de Salvador, Pra-Abalá, Muvuka, Ivete Lima e Banda Xaveco, além de atrações locais.

FONTE : JORNAL CULTURA E REALIDADE .



Nenhum comentário

ATENÇÃO!!! Tenha responsabilidade em seus comentários, não nos responsabilizamos por conteúdos impróprios .