Header Ads

ad

O CASO DO ASSASSINATO DE NITA CABRITA .


O crime - Na madrugada do dia 1º de fevereiro, segunda-feira, foi encontrada morta, assassinada a pedradas, a cantora Valdete Paranhos do Nascimento, popularmente conhecida por ‘Nita Cabrita’, de 32 anos.

O crime ocorreu no início da madrugada, na rua Três do bairro Polivalente, em Xiquexique. Segundo a Polícia, o principal suspeito é Domingos dos Santos, vulgo ‘Bule’, o qual era namorado da vítima. De acordo com informações, Nita Cabrita fora vista momentos antes de ser assassinada em companhia de Bule. “Uma das testemunhas disse que, ao passar pela localidade do crime, eles estavam conversando na esquina; a testemunha não quis dizer se estavam discutindo ou não, mas soubemos de comentários dessa pessoa que afirmou que realmente eles estavam discutindo”, disse o delegado Alex Roza.

Nita foi encontrada com o rosto irreconhecível devido aos golpes de pedras que sofrera.

A PRISÃO DO SUSPEITO .

Após várias buscas na tentativa de prender o suspeita do crime, a Polícia prende Rubendário dos Santos, o ‘Bule’, namorado da vitima e o último a ser visto com Nita. A prisão ocorreu por volta das 18:hs do dia 1º/2. Bule foi encontrado na residência dos seus pais, debaixo de uma cama. Segundo o delegado, o suspeito temia ser espancado pelos policiais. “Ele alega que temeu a ação da Polícia que, de acordo com suas palavras ‘já chega batendo’. Além dos indícios e depoimentos de testemunhas, foi encontrada no varal, secando, a roupa usada pelo acusado na madrugada em que ocorreu o crime.  A roupa, que apresentava algumas manchas foi encaminhada a Salvador, a fim de ser periciada. “Nós apreendemos essa roupa e encaminhamos para a perícia técnica; a mesma foi encontrada lavada, ainda um pouco úmida, com algumas manchas, mas não dava para identificar se eram de sangue ou não. Por falta de material em Irecê, encaminhei-a para Salvador a fim de averiguar se há vestígios ou não de sangue”, esclareceu o delegado.

BULE FICARÁ PRESO OU NÃO?

Logo após a prisão de Bule, saiu uma conversa de que o mesmo teria sido morto dentro da cadeia. Dias depois outra conversa: ‘Bule fora solto’. A cidade, temerosa, pergunta: Bule vai sair da cadeia, ou vai continuar preso? Na ótica do delegado Alex Roza, o suspeito ficará preso. Segundo Roza, todos os indícios – depoimentos de testemunhas - levam a crer que ‘Bule’ é realmente o assassino de Nita Cabrita. “Mesmo ele continuando a negar a autoria, a constatação de sangue na roupa será indicio para uma condenação; uma testemunha não relatou para nós, mas comentou para terceiros que viu tudo: quando ele deu um ‘murro’ na Nita, a vitma caindo, viu quando ele jogou a cabeça dela contra uma pedra, depois pegou outra pedra e a atirou contra sua cabeça etc. Infelizmente, por pressão de familiares e outros receios a testemunha não nos relatou nada disso. Não podemos forçar ninguém a falar aquilo que ela não quer, pode ser que durante seu depoimento no fórum essa testemunha venha acrescentar provas contra o acusado. Durante seu depoimento o acusado estava muito tranqüilo. Devido à insistência nas perguntas, às vezes ele se irritava, inclusive, em um dado momento chegou a dizer que não iria responder mais nada. Foi um depoimento longo, colhemos informações que foram confrontadas com depoimentos colhidos de testemunhas”.

FONTE : JORNAL PAGINA E REVISTA DE ERASMO DETERRA .
FOTOS  CEDIDAS GENTILMENTE POR PELA COMERCIANTE VERA DOS MÓVEIS NORDESTE .

Nenhum comentário

ATENÇÃO!!! Tenha responsabilidade em seus comentários, não nos responsabilizamos por conteúdos impróprios .