Header Ads

ad

COMEÇARAM AS ATIVIDADES DA TV IRECÊ .

Tiveram início nesta quinta-feira, 25, as atividades da TV Irecê, inicialmente os alunos estão tendo aulas de língua portuguesa e Inglês. Técnicos do Projeto Rede TV Jovem e que já trabalharam na TV Pelourinho estão no município acompanhando o início das atividades e a instalação dos laboratórios áudio visuais. Na quarta-feira, 24, foi apresentado aos 200 jovens que serão beneficiados toda metodologia e o cronograma de atividades do projeto. O evento aconteceu no auditório do Golden Palace Hotel e contou com a participação dos técnicos da TV Pelourinho de Salvador, Secretário de Desenvolvimento Social, Celson Cambuí e do Assessor de Planejamento da Prefeitura de Irecê, Flávio Bastos.
O Projeto Rede TV Jovem – A Imagem Social da Bahia é uma iniciativa de ampliação, ou seja, um grande salto de escala do Projeto TV Pelourinho expandindo a iniciativa ao interior do estado. Para isso foi realizado no projeto original uma reestruturação metodológica: a carga horária para a formação dos jovens foi ampliada para 1.632 horas, incluindo disciplinas de Português e Inglês voltadas para o setor, formação humana para o trabalho e formação técnica com aulas teóricas e práticas. No município de Irecê, o Governo Municipal através da Secretaria Estadual de desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), fechou o convênio com a ONG Ação pela Cidadania, que capacitará 200 jovens de 16 a 24 anos para atuarem nas funções de audiovisual e ainda recebendo mensalmente uma bolsa cem reais.

A assinatura do convênio aconteceu no dia 22 de outubro no Auditório do Hospital Regional de Irecê em uma solenidade que contou com a presença do Secretário Estadual de Desenvolvimento Social e Combate a Pobreza, Valmir Assunção; do prefeito Zé das Virgens, vereadores, secretários municipais e representantes da sociedade civil. A qualificação acontecerá através de oficinas de Roteiro, Edição, Fotografia, Técnica de Áudio, Produção para TV e Vídeo, Interpretação, Direção e Figurino. Os investimentos somam cerca de R$ 770 mil e todos os adolescentes selecionados devem estar num contexto de vulnerabilidade social com renda per capita familiar menor que ½ salário mínimo. O secretário Valmir Assunção salientou que este projeto é fundamental para o fortalecimento da democratização do acesso à comunicação e novas tecnologias. “O intuito é criar mais oportunidades para esses 200 jovens e tirá-los da vulnerabilidade. É nesse desenvolvimento que acreditamos”.

FONTE : ASCOM PM IRECÊ .

Um comentário:

  1. Parabéns Irecê, pela iniciativa!Precisamos de muito mais!

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!!! Tenha responsabilidade em seus comentários, não nos responsabilizamos por conteúdos impróprios .