Header Ads

ad

QUINZE MUNICÍPIOS CONCORREM AO TÍTULO DE CIDADE BAIANA DA CULTURA 2010 .

Prédios coloniais, músicas e danças tradicionais e comida típica. Quinze municípios baianos apostam em diferentes características para conquistar o título de Cidade Baiana da Cultura 2010, concurso promovido pela Produtora Gtrês, do Grupo 3. Para o coordenador do projeto na Bahia, o especialista em produção cultural André Reis, o resultado é satisfatório. “Esta é a primeira edição do concurso e já tivemos a adesão de 15 cidades baianas. É um bom resultado. Em 2010, queremos mostrar a seriedade e credibilidade deste projeto para que, no próximo ano, tenhamos uma participação ainda maior”, diz. As cidades candidatas serão julgadas no dia 22 de março por uma comissão composta por representantes do Governo do Estado – que apóia o projeto através do Faz Cultura e das Secretarias da Fazenda e de Cultura do Estado da Bahia. O resultado será divulgado no site www.cidadebaianadacultura.com.br . O Concurso Cidade Baiana da Cultura 2010 visa o desenvolvimento social e econômico dos municípios baianos, através da valorização e promoção do seu patrimônio e diversidade cultural. O município eleito ganha visibilidade através da divulgação de seus atrativos culturais e turísticos, atrai investimentos públicos e privados nos setores de turismo e serviços, conta com o apoio da Gtrês na assessoria e captação de recursos para a montagem de uma programação cultural em 2010, além de outros benefícios.

A primeira edição do projeto foi lançada em meados de janeiro deste ano. As prefeituras tiveram até a última sexta-feira, 26, para envio de toda a documentação necessária para a inscrição. Concorrem ao título as cidades de Cachoeira, Rio de Contas, Itaparica, Santo Amaro, Cabaceiras do Paraguaçu, Serrinha, São Francisco do Conde, Jacobina, Sapeaçu, Seabra, Amargosa, Ilhéus, Itabuna, Maetinga e Jequié.

FONTE : TRIBUNA DA BAHIA/Thiago Pereira .

Nenhum comentário

ATENÇÃO!!! Tenha responsabilidade em seus comentários, não nos responsabilizamos por conteúdos impróprios .