[NEWS][6]

r
v
xique-xique

SÉRIE REPRISE! A SAGA DE UM CRAQUE XIQUEXIQUENSE CHAMADO PINHEIRINHO .

O craque Pinheirinho (nesta foto é o primeiro agachado segurando a bola) foi descoberto para o futebol por um caminhoneiro chamado Zezinho um micro-empresário que abastecia a cidade com a venda de combustível na época querozeni, bujão, gazolina e derivados ficou sabendo por populares que na cidade de Xique-Xique tinha um craque de bola e foi ver Pinheirinho jogar pela seleção Xiquexiquense e não deu outra foi levado para Feira de Santana depois de ótimas atuações não se intimidou e o garoto de 15 anos pretes a fazer 16 foi logo aprovado no teste e foi logo contratado. 

Uma certa feita o Fluminense de Feira tinha ido até Xiquexique para um amistoso contra a seleção local,seu pai o senhor Júlio era conhecido na cidade por seus "destemperos" e foi ver o filho jogar,no campo Pinheirinho foi "cassado" por seus adversários toda vês que o craque pegava na bola era uma pancada,então vendo o filho apanhar tando seu Júlio ficou revoltado sacou uma arma ameaçou os jogadores e o tirou de campo levando o mesmo pra sua casa. No ano de 1968 com mais alguns reforços vindos do Flamengo e com Freitas no comando do ataque um verdadeiro timaço que encantou os baianos por onde se apresentava, o Estádio Jóia da Princesa sempre com casa cheia com medias de 9.000 pessoas por jogo a capacidade era de 10.000 nesta época: Ubirajara; Ubaldo, Sapatão, Mario Braga e Nico; Merrinho, Delorme e Robertinho; João Daniel, Freitas e Marco Chinês a equipe sobrou neste ano, só o ataque marcou 61 gols, foram 20 vitórias em 32 jogos e apenas 03 derrotas, o título veio de forma antecipada com uma vitória sobre o Vitória por 1 a 0 com gol de Freitas aos 27º do segundo tempo o Touro do Sertão levantou a taça de campeão baiano de 1969 o vice ficou com o Galicia no troco do tricolor da Princesa do Sertão, aquela tarde de 05/10/1969 entrou para a história do futebol baiano.

A equipe do interior era a única equipe sem ser Bahia ou Vitória a ganhar o torneio principal do futebol da Bahia, do elenco Ubirajara, Sapatão, Merrinho, João Daniel e Mario Braga vieram do Flamengo, Freitas que fora revelado pelo rival da cidade o Bahia de Feira foi o artilheiro da equipe e da competição com 22 gols ao lado de Tanajura do Jequié,não adiantava o homem de preto querer melar, jogávamos o fino da bola e muitas vezes a torcida de Bahia e Vitória nos aplaudiam ai não tinha como meter a mão.” “Tanto que depois do campeonato alguns jogadores do nosso time foram para o Bahia como João Daniel,Pinheirinho,Delorme e Mario Braga disse Ubaldo. As atuações de Pinheirinho lhe renderam uma proposta do Flamengo que chegou a oferecer 4 jogadores e mais 120.000,00 cruzeiros mas o Touro do Sertão só o liberaria pelos 4 jogadores mais 150.000,00 cruzeiros e a negociação não foi concretizada,depois da frustração em não se transferir para o clube da Gávea Pinheirinho foi para o Rio de Janeiro com Zézinho fazer um teste no BOTAFOGO de Zagallo sem que a diretoria do Fluminense de Feira soubesse,o craque entrou no 2º tempo e fez uma partidassa chamando a atenção do velho Lobo.Pinheirinho então e seu empresário Zézinho retornou pra Feira de Santana e quando chegou pra treinar foi logo indagado onde o mesmo se encontrava ja que tinha "sumido"por 4 dias,o jogador disse que tinha ido visitar seus pais o que foi logo desmentido pelos "cartolas" do Flu mostrando ao mesmo os jornais que diziam que o BOTAFOGO de Zagallo estava concretizando o négocio com seu empresário.Pinheirinho então ficou na equipe.

O senhor JOÃO FRANCISCO PINHEIRO, conhecido em todo o Estado da Bahia como PINHEIRINHO, nascido neste município em 06 de agosto de 1948, filho de Júlio Francisco Pinheiro e Elizabete Marcelino Pinheiro, e tendo como irmãos: Maria Francisca Pinheiro dos Santos; Eunice Pinheiro Cambuí; Edvaldo Francisco Pinheiro; Idalice Francisca Pinheiro; Doralice Francisca Pinheiro; Cleonice Francisca Pinheiro; Flor de Nice Francisca Pinheiro; Divina Francisca Pinheiro; Elizabete Macelina Filha. Pinheirinho foi à primeira pessoa filha de Xique-Xique, que na área do esporte, sobretudo, no futebol que honrou e dignificou o nome do nosso município em toda a Bahia e Brasil, como o 1º Jogador de Futebol Profissional, de início no Esporte Clube Fluminense de Feira de Santana, onde obteve destaque singular na agremiação, foi contratado para o maior Clube de Futebol do Norte/Nordeste que é o Esporte Clube Bahia, onde no ano de 1967, alcançou o título de Artilheiro do Campeonato Baiano, servindo também de vitrine para os jovens deste e de todos os municípios da nossa região.De volta para Xique Xique, dedicou se a vida de comerciante com seu irmão Edvaldo Pinheiro, e montou um supermercado de nome “IRMÃOS PINHEIRO”,que devido a popularidade de Pinheirinho e visão de negócios do irmão Edvaldo,teve grande êxito por um período.Logo , Casou se com a bela Iari Mendes da Silva, onde teve 2 filhos ,Daniela da Silva Pinheiro e Mauricio da Silva Pinheiro .Os negócios no interior do estado não iam lá muito bem. Mudou se então para Capital Mineira, onde continuou sua vida de comerciante. Em crise no casamento, separou se de sua esposa. E ainda em Belo Horizonte, a “terra do botequim”, a vida não podia ser diferente do interior da Bahia com presença marcante nas rodas de viola ,mulheres e botecos .Anos mais tarde,casou se novamente,onde teve quatro filhos.

O craque Pinheirinho, também atuou no esporte em Xique-Xique como treinador da Seleção de Xique-Xique, presidente de Clubes e dirigente da Liga Xiquexiquense de Futebol. Um homem sensato, amigo, humilde, de postura firme nas suas realizações. "Aproveitou cada segundo da vida intensamente, sem jamais se preocupar com o amanhã. Foi a mão amiga, o sorriso que acolhe e o abraço que apoia. Teve seus altos e baixos mais jamais deixou de ser ele mesmo”Josefa Francisca Pinheiro (Prima,amiga e admiradora).Pouco mais de seis décadas de vida, bem vividas talvez, de inconstância e marcado por grandes triunfos e tragédias. Uma verdadeira montanha russa de altos e baixos com fortes emoções, em momento algum ele deixou de ser “o irmão camarada”,e o bom contador de causos e histórias o sorriso singelo,voz rouca e presença confirmada nas rodas de violão dos botequins da vida deixando a boa recordação por onde passou.E como todo Carnaval tem seu fim. Em Fevereiro de 2008,o dia acordou cinzento,os botequins já não tinham aquele velho personagem . “As cortinas se fecham e o artista volta para o lado do pai celestial”,morria João Francisco Pinheiro.

-ALGUNS DADOS ENVOLVENDO PINHEIRINHO :

* Campeonato Baiano de 1966 data 8/3/1967 Fluminense 1 x 0 Bahia gols: Pinheiro .

* Jogadores revelados pelo Fluminense para o Futebol Brasileiro Alex Alves, Augusto, Edinho Jacaré, Edmilson, Fábio Baiano, Hugo, Jorginho, Júnior Baiano, Júnior Mossoró, Onça, Neinha, Pinheirinho, Sapatão, Ubaldo, entre outros.

* Amistosos jogos oficiais contra o Flamengo:

C.R. Flamengo 2 x 1 Fluminense (Feira de Santana - BA) Amistoso 04/04/1967 C.R. Flamengo 2 x 2 Fluminense (Feira de Santana - BA) Amistoso 14/01/1968 C.R. Flamengo 2 x 0 Fluminense (Feira de Santana - BA) Amistoso 13/02/1969

Década de 70

C.R. Flamengo 2 x 0 Fluminense (Feira de Santana - BA) Amistoso 03/04/1974 C.R. Flamengo 6 x 0 Fluminense (Feira de Santana - BA) Campeonato Brasileiro 26/10/1977 C.R. Flamengo 2 x 0 Fluminense (Feira de Santana - BA) Amistoso 02/02/1979

* Torneio João Durval Carneiro ( Taça Cidade de Feira de Santana ) 1967.

Participantes clubes: Associação Despotiva Bahia de Feira ( Feira de Santana-BA ), Esporte Clube Vitória ( Salvador-BA ) , Fluminense de Feira Futebol Clube ( Feira de Santana-BA) .

3ª rodada (10/09/1967), Fluminense 1 x 1 Sport, gols: Pinheirinho (Flu); Cici (Sport) .
O Campeão foi a Associação Desportiva Bahia de Feira .

*Câmara de Vereadores de Xique-Xique, através do Vereador Nino Meira, aprovou 2 Projetos homenageando o mesmo que foram:- Projeto de Lei que denomina de Pinheirinho o Ginásio de Esportes de Xique-Xique e - Projeto de Decreto Legislativo que institui Medalha Pinheirinho é uma honraria da Câmara Municipal de Xique-Xique dedicada ao desportista, de qualquer modalidade, em reconhecimento aos relevantes préstimos à comunidade Xiquexiquense, em especial aos que se destacaram na área do esporte .

Colaboração: Jorge Meira e Poliana Pinheiro (Sobrinha de Pinheirinho) .
Depoimentos e Colaboração Final: Arnaldo Brito (Meu Pai, funcionário do Saae) e Arnaldo Brito Júnior (Meu Irmão) e Adriano Brito.

FONTES : FLUMINENSE DE FEIRA DE SANTANA E ESPORTE CLUBE BAHIA .

Jornal Centro Oeste Bahia '

O oeste da Bahia se encontra aqui!

2 comentários

  1. A cidade de Xiquexique ficou muito mais conchecida com o sussesso do ex-jogador profissional de futebol Pinheirinho!!! Nossa conterrâneo merece nome de rua em nossa cidade e todas as hônrarias que um filho ilustre pode ter.

    ResponderExcluir
  2. Eu vi o Pinheirinho jogar,realmente era um craque!! Que descanse em Paz nosso craque .

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!!! Tenha responsabilidade em seus comentários, não nos responsabilizamos por conteúdos impróprios .

Start typing and press Enter to search