Header Ads

ad

RONALDO FAZ LOBBY AO AMIGO ROBERTO CARLOS .

Ronaldo está conformado. O próprio atacante do Corinthians não se convocaria para a seleção brasileira se estivesse no lugar do técnico Dunga. Mas chamaria outro veterano para a Copa do Mundo da África do Sul: o lateral esquerdo Roberto Carlos, seu amigo e companheiro no Corinthians. "O Dunga tem que chamar os melhores na atualidade. No meu caso, tive um começo de ano muito complicado por causa da lesão muscular.


Ainda não conseguir atingir a minha melhor forma. Já o Roberto está demonstrando que continua sendo importante para o Brasil. Ele vem marcando gols e jogando bem. Estou na torcida", disse Ronaldo. O atacante tem outros motivos para fazer lobby por Roberto Carlos, seu colega no Real Madrid e na própria seleção brasileira. Quando fala sobre o lateral esquerdo, Ronaldo chega a lacrimejar. "Vocês querem me fazer chorar", sorriu, antes de voltar a fazer uma série de elogios. "Durmo com o Roberto há muitos anos. Mas isso é dividindo os quartos nas concentrações, antes que alguém faça alguma piadinha. Ele é diferente de mim em algumas coisas. Apesar de assistir a todos os jogos de futebol, até da Série A-3, e querer me impor a música sertaneja, a nossa convivência sempre foi bem agradável. Temos diferenças, mas os valores são idênticos. Posso dizer que o Roberto é um grande amigo. A nossa história é digna de um livro", afirmou Ronaldo. As fases dos dois astros do Corinthians também são distintas. Roberto Carlos conseguiu beirar a unanimidade no Parque São Jorge em pouco tempo, assim como Ronaldo havia feito no passado. Em 2010, no entanto, o Fenômeno demorou a entrar em forma e chegou até a ser contestado por alguns torcedores após a derrota para o Paulista (os mesmos que aplaudiram o lateral esquerdo pouco depois). Como resposta, mostrou o dedo médio para o público.

Nos últimos jogos do Corinthians, Ronaldo voltou a marcar gols e a fazer assistências, mesmo sem encantar. O que refez as suas esperanças de disputar mais uma Copa do Mundo. "Eu não desisto de nada. Ouvi o outro lado dizer que eu estava fazendo pressão, mas nunca fiz. Não mereço ir para a seleção brasileira agora, é evidente. Mas continuo à disposição do meu país. Seria um grande orgulho defendê-lo novamente", avisou.

FONTE : YAHOO ESPORTES .

Nenhum comentário

ATENÇÃO!!! Tenha responsabilidade em seus comentários, não nos responsabilizamos por conteúdos impróprios .