[NEWS][6]

r
v
xique-xique

RECORDAR É VIVER:BARRAGEM DE MIRORÓS EM IBIPEBA BA EVITA QUE ÁGUA ESGOTE .

A Barragem de Mirorós no munícipio de Ibipeba está secando: embora tenha capacidade para 176 milhões de metros cúbicos de água, reúne hoje menos de 31 milhões .

Poucos mapas dão notícia dela. Mas os 95 quilômetros de estrada acidentada, onde se revezam asfalto, terra batida e buracos, logo tratam de apresentar a barragem de Mirorós, para quem tenta chegar até ela a partir do município de Irecê, na Bahia. Encravada no sertão do estado, a quase 600 quilômetros de Salvador, o reservatório - que oficialmente atende por 'Barragem Manoel Novaes' - toma de empréstimo o nome do distrito de irrigação que foi criado com sua construção. A situação ruim da via que leva a Mirorós passou muito tempo sendo a prioridade das reivindicações locais. Mas a água - ou a falta dela - urgiu. O que tem tirado o sono das cerca de 150 famílias que sobrevivem das atividades nos lotes, espalhados por 2,1 mil hectares, é o regime de chuvas, que não tem colaborado para a reposição de água no reservatório nos últimos três anos. Embora a capacidade da represa seja de 176 milhões de metros cúbicos, ela reúne hoje parcos 31 milhões de metros cúbicos. Cerca de 150 famílias vivem das atividades rurais nos lotes do perímetro irrigado de Mirorós .
Localizada às margens do rio Verde, afluente do rio São Francisco, a barragem de Mirorós se estende entre os municípios de Ibipeba e Gentio do Ouro. Construída pela Companhia do Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), em 1984, tinha como objetivo atender à irrigação e promover a geração de energia. Mas logo passou a ser responsável também pelo abastecimento humano em Irecê, que vivia à base de água salobra, proveniente de poços. Anualmente, Mirorós produz 54 mil toneladas de frutas, o que movimenta R$ 40 milhões e gera 6 mil empregos. Um lote de cinco hectares na região está avaliado em R$ 100 mil. 'A maioria dos irrigantes já construiu sua casa, tem carro ou moto, possui um bom padrão de vida. E, de uma hora pra outra, podem ficar sem tudo isso', adverte Paulo Henrique Santos de Araújo, gerente executivo do Distrito de Irrigação do Perímetro Irrigado de Mirorós (Dipim), órgão que administra a área de cultivo.
A incerteza quanto à água acabou inibindo investimentos no perímetro. "Temos 520 hectares prontos para serem irrigados, mas que não estão recebendo água. Há vários agricultores que estariam automatizando sistemas de irrigação e desistiram. Os tratos culturais já foram diminuídos. Estamos estudando a viabilidade da construção de poços, mas a angústia é geral", afirma Araújo. O que será do futuro ainda é uma incógnita para Edmar Dourado. Nascido em Irecê, aventurou-se da contabilidade ao comércio, até se render à lida com a terra. De início, foi para Mirorós investir em banana, mas logo apostou em goiaba, mamão, manga e pinha, em 40 hectares. A produção é encaminhada para cidades do Nordeste, especialmente Salvador, Recife e Aracaju. Hoje, Dourado colhe por ano 50 toneladas de banana por hectare - média alta, em comparação com os demais polos de produção da fruta no país. Em clima de expectativa, o produtor não tem nenhum plano engatilhado. 'Viemos com a intenção de morar e produzir em Mirorós. Tenho amor por esse lugar. Se a barragem não se recuperar, será uma tristeza total', lamenta o agricultor.

COMENTÁRIO DO LEITOR DO BLOG XIQUESAMPA EDUARDO DE IBIPEBA BA :
"Apesar das diferentes materias realizadas nos jornais locais, a historia de miroros nao mudou nada, ainda continua o descaso por parte das autoridades, sem o minimo interesse em resolver o problema, o que vai acontecer com os mais de 6.000 trabalhadores que sobrevivem de miroros"? Comentário feito pelo autor em 25/05/2010 .

XIQUESAMPA disse...
"Oi Eduardo, realmente mais de 6.000 trabalhadores serão afetados com a seca do Mirorós, olhe pra esses dados : Embora a capacidade da represa seja de 176 milhões de metros cúbicos, ela reúne hoje "parcos" 31 milhões de metros cúbicos. Cerca de 150 famílias vivem das atividades rurais nos lotes do perímetro irrigado de Mirorós. Anualmente, Mirorós produz 54 mil toneladas de frutas, o que movimenta R$ 40 milhões e gera 6 mil empregos.

A conclusão da adutora do Feijão vai salvar um pouco a região que necessita do Mirorós, por outro lado colaborará afetantemente mais ainda para a destruição e morte do Rio São Francisco, é como tirar sangue de quem já morto. O Velho Chico precisa urgente de uma Revitalização severa, o que acontece com a Barragem de Mirorós mostra o descaso práticado por nossos representantes que deixam para última hora chegar nesta situação, agora querem encontrar soluções para este grande próblema crônico, que além da seca, a erosão tanto terrestre como éolica e o intemperísmo contribuem para a morte précoce de Mirorós . Resposta ao comentário acíma no dia 29/05/2010 .

Grande Abraço à todos de Ibipeba Ba" .

GRATO : ADRIANO BRITTO/BLOG XIQUESAMPA .

FONTE : GLOBO RURAL .
TEXTO : Mariana Caetano.
FOTOS : Ernesto de Souza .
TRANSCRITO PARA O BLOG XIQUESAMPA .

OBS: Matéria postada no dia 31/10/2010 e Reprisada agora em comemoração aos nossos 2 anos de Atividade como uma das mais acessadas e importantes do nosso Blog XiqueSampa .

Jornal Centro Oeste Bahia '

O oeste da Bahia se encontra aqui!

4 comentários

  1. EPITÁCIO, BARRA DO MENDES BA .29/03/2011 13:34

    Do jeito que está tanto a água do Rio São Francisco como a de Mirorós vão acabar em menos de 30 anos.

    ResponderExcluir
  2. se miroros nao fornece agua para irece nois se tinham agua,depois que eu vi varias vezes mangueiras de agua nas calcadas e gente bricando c a agua,deus tarda mas nao faia vcs estao colhendo o q plantou,ibipeba e irece nao tinham q ter agua de minha terra natal mirorosssssssss,e por isso que a barragem secou tanto.

    ResponderExcluir
  3. tanta agua q a jente não era de tá passando pro isso mais a justiça divina tarde mais não falha nós acabando com a agua sem saber o q vinha por ai agora o q resta é pwdi pra deus q ele nós perdoe por ter calsado tdo isso a verdade ´so é doe depois q consecuençia começa a aparice lamenta a agua derramada não adianta hojê tá todo mundo sofreno por ter fito tantas besteiraa!!!!

    ResponderExcluir
  4. O que acontece em Mirorós, é o mesmo que acontece no Ceará e no resto do , NORDESTE,que tem tudo pra dar certo,porque o povo merece o governo que tem, pra fazer tudo errado,por que a REVITALIZAÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO,DEVERIA INCLUIR TODA A POPULAÇÃO VITIMA NÃO SO DA SECA,MAS A POPULAÇÃO PENITENCIARIA,DE BOM COMPORTAMENTO,MAS O NOSSO PAÍS SO TEM MOLEQUE, NA ADMINISTRAÇÃO PUBLICA,PICARETA,PILANTRA,QUE FAZ DE TUDO PRA MANTER O POVO NA MISERIA,LASTIMA,PENURIA, O NOSSO RIO SÃO FRANCISCO NÃO É MAIS RIO DOS ESTADOS DA BAHIA,MINAS GERAIS,PERNAMBUCO,ALAGOAS,SERGIPE,MAS INCLUI OS ESTADOS DO CEARÁ,RIO GRANDE DO NORTE,PARAÍBA,PIAUI,EM VIRTUDE DO AQUECIMENTO GLOBAL NOS PRECISAMOS,NECESITAMOS DESTE FLUXO PRECIOSO QUE CORRESONDE A 70% DO VOLUME TOTAL D TODA AGUA DO NORDESTE, POR PADECER A MESMA DOR, SOFRIMENTO,DESRESPEITO,CARENCIA,NECESSIDADE,INDECENCIA,INCOERENCIA,JUNTO OM A REVITALIZAÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO,QUE ELES DIZEM AUMENTA 250.000 LITROS DE ÁGUA POR SEGUNDO, DEVERIA INICIAR A TRANSPOSIÇÃO DO RIO TOCANTINS COM COMPROMISSO SERIO,A UM CUSTO RAZOAVEL, ONDE FOSSE MELHOR CONSTRUISSE A ESTRUTURA ADEQUADA,AQUEDUTO,ADUTORA,TUNEL,CANAL,ONDE FOSSE MELHOR COM O CUSTO DE MANUTENÇÃO MAIS BARATO, TODO ANO QUE TERMINA EM 3 É SECO 1933,1983,1993,2003 QUASE SECO O ANO,QUE VEM COM CERTEZA TEM GRANDE CHANCE DE SER SECO E AS MEDIDAS PALIATIVAS,INSIGNIFICANTES SERÃO TOMADAS TUDO CONTINUARA COMO ANTES,O NORDESTE TEM CAPACIDADE DE CRESCER 50% MERECE RESPEITO NÃP ESSA BACHARIA,A EXEMPLO DO ACONTECEU NOS SEULOS 18,19,20!

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!!! Tenha responsabilidade em seus comentários, não nos responsabilizamos por conteúdos impróprios .

Start typing and press Enter to search