[NEWS][6]

r
v
xique-xique

FERIADO NACIONAL:1º DE MAIO FAZ A FESTA DAS MARCAS POPULARES .

Com custo de R$ 5 milhões, megaeventos da CUT e da Central Sindical levam patrocinadores para perto da população .

Em 2010, 1º de Maio teve patrocínios como o de Brahma e Casas Bahia. Em 2011, marcas se mantiveram, cerca de 2 milhões de pessoas devem passar o domingo divididas entre as duas megafestas que seis centrais sindicais estão organizando para comemorar o Dia do Trabalhador, neste domingo (1º), em São Paulo. Em comum, os eventos defendem bandeiras como o fim do fator previdenciário, a redução da jornada para 40 horas semanais sem redução de salários e a valorização das aposentadorias. A CUT quer ainda o fim do imposto sindical. Juntos, os eventos têm um custo estimado em R$ 5 milhões de reais - cerca de R$ 2,5 milhões cada -, que serão parcialmente pagos com patrocínios públicos e privados.

A Petrobras destinou R$ 300 mil reais para cada festa. O valor é a cota máxima de patrocínio ao 1º de Maio Unificado - comemoração da Força Sindical e mais quatro centrais - UGT, CGTB, Nova Central e CTB. Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Eletrobras também contribuíram, com cotas que variam de R$ 100 mil a R$ 300 mil. Na avenida Marquês de São Vicente, local escolhido para a festa unificada da Força Sindical, shows da Banda Calypso, de Zezé di Camargo e Luciano, Luan Santana e Bruno e Marrone esquentam o dia, que terá também atos de personalidades políticas. O 1º de Maio Unificado, como é chamado o megaevento, terá ainda o sorteio de 20 carros 0Km.

No Vale do Anhangabaú, a CUT espera reunir cerca de 30 mil pessoas para a comemoração, que tem como tema a integração e os movimentos sociais do Brasil e da África. A agenda de eventos, que começou no dia 25 passado, tem entre os destaques a participação do ator americano Dany Glover, ativista de causas humanitárias da África. Sem sorteios, a central concentrará as atividades em manifestações e debates culturais. O patrocínio de empresas estatais e privadas é uma constante na organização de ambas as festas anuais. Para as empresas, a grande concentração de populares é um forte incentivo.

FONTE : EXAME.COM

Jornal Centro Oeste Bahia '

O oeste da Bahia se encontra aqui!

Start typing and press Enter to search