Header Ads

ad

PESQUISA E REPOVOAMENTO DO SÃO FRANCISCO GANHAM REFORÇO DA CODEVASF EM 2013 .

Os Centros Integrados de Recursos Pesqueiros e Aquicultura operados pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) receberão investimentos de R$ 14 milhões em 2013 .  

Os recursos previstos serão destinados principalmente para reforma e ampliação desses centros que têm como principal objetivo promover a revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco. A expectativa é que os investimentos contribuam para o aumento da produção nos Centros Integrados nesse ano – que passarão a produzir cerca 15 milhões de alevinos. Em 2012, foram 11,7 milhões. Dentre as espécies nativas produzidas destacam-se matrinchã, dourado, surubim e piau; já as espécies exóticas, tambaqui e tilápia, dão suporte a piscicultura comercial. “Espera-se que haja aumento no número de alevinos porque alguns Centros, como Três Marias, Bebedouro e Itiúba, já estarão com suas obras praticamente prontas”, explica o chefe da Unidade de Recursos Pesqueiros e Aquicultura da Codevasf, Leonardo Sampaio . 

A Companhia também espera triplicar o número de peixamentos realizados em relação ao ano passado – serão cerca de 100 peixamentos em 2013. A ação consiste no repovoamento do rio usando algumas espécies nativas de peixes da bacia do São Francisco, produzidas nos Centros Integrados. Por meio dessa iniciativa, a empresa busca a manutenção e o aumento dos estoques pesqueiros, garantindo o futuro da pesca e gerando renda para a população local. Ao todo, são sete centros integrados, distribuídos nos estados de Alagoas, Bahia, Minas Gerais, Pernambuco e Sergipe. O Centro de Betume, em Neópolis/SE, receberá R$ 4 milhões para a segunda etapa de reforma e ampliação que deve iniciar em abril. Para a segunda etapa da obra, o Centro de Gorutuba, em Nova Porteirinha/MG, também deverá receber R$ 4 milhões; enquanto o Centro de Xique-Xique/BA, R$ 2 milhões. Em Porto Real do Colégio/AL, o recurso previsto para a terceira etapa da obra do Centro de Itiúba é de R$ 1 milhão. Além dos investimentos em reforma e ampliação, para operação e manutenção dos centros estão previstos recursos de R$ 2,3 milhões, provenientes do Programa Pesca e Aquicultura, coordenado pelo Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), principal parceiro das ações da Codevasf no setor; e cerca de R$ 700 mil, de convênio entre os Centros Integrados de Três Marias e de Gorutuba e a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). 

Os Centros Integrados têm se tornado referência no desenvolvimento de pesquisas e tecnologias de reprodução, larvicultura e alevinagem de espécies de peixes nativas e produção de alevinos para o repovoamento de mananciais. “As ações beneficiam milhares pessoas todos os anos, seja de forma direta, por meio de suas capacitações e fomento à piscicultura em tanques-rede, ou de forma indireta com os benefícios decorrentes dos peixamentos realizados”, destaca a gerente de Desenvolvimento Territorial da Codevasf, Kenia Marcelino. A infraestrutura básica das unidades é composta por laboratórios de limnologia (estudo da qualidade da água), ictiologia (estudo da biologia dos peixes) e reprodução artificial; viveiros para produção de alevinos, reprodutores e matrizes; escritórios e depósitos. Segundo o diretor da Área de Revitalização das Bacias Hidrográficas da Codevasf, José Augusto Nunes, “os investimentos aplicados nos Centros Integrados nos últimos anos, mais de R$ 20 milhões, garantem a continuidade de suas ações e o avanço em muitas áreas, como na reprodução artificial de peixes do São Francisco, permitindo um maior conhecimento das espécies do rio e fortalecendo nossas ações de revitalização”.

Mais informações: http://www.codevasf.gov.br/
Contato: Assessoria de Comunicação e Promoção Institucional
Fone: (61) 2028 - 4758/4627/4769
E-mail: imprensa@codevasf.gov.br
Gmail: imprensa.codevasf@gmail.com
Twitter: twitter.com/Codevasf2
Facebook: https://www.facebook.com/Codevasf (para adicionar, basta clicar no botão “curtir”)
 
 FONTE: CODEVASF .

Um comentário:

  1. CADÊ EDUARDO E GAL QUE NA GESTÃO DO PREFEITO MAGALHÃES APENAS PORQUE ESTAVAM DE FORA, NÃO PARAVAM DE DENUNCIAR DA LICITAÇÃO DAS OBRAS. O QUE VCS TEM A DIZER DESTA LICITAÇÃO MANIPULADA DE 4 MILHÕES. FORAM MAIS DE 20 DENUNCIAS NO TCM, INCLUSIVE MAGALHÃES FOI AFASTADO E EDUARDO ASSUMIU 15 DIAS E POR ISSO MAGALHÃES PERDEU AS ELEIÇÕES. SERÁ QUE É PORQUE GAL ARRANJOU O EMPREGO NO SAAE E CALOU A BOCA. QUERO OUVIR GAL A SUA VOZ. QUERO RESPOSTAS SEU GAL, SENÃO VOU TODOS OS DIAS LHE PERTURBAR COM NOTAS EM TODOS OS BLOGS.

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!!! Tenha responsabilidade em seus comentários, não nos responsabilizamos por conteúdos impróprios .