[NEWS][6]

r
v
xique-xique

XIQUEXIQUENSE ILUSTRE: JÚLIO FERREIRA DE BRITO, O POPULAR "JÚLIO VELHO" .

Júlio Ferreira de Brito, ou Júlio Velho, nasceu no dia 18 de dezembro de 1918 no Distrito da então Tiririca (Hoje Itaguaçu da Bahia), mas pertencia a Xique-Xique (BA) .

Era filho do Sr. Joaquim Ferreira de Brito e de D. Rita Ferreira de Brito, descendente da antiga família Pires de Carvalho  fundadora da Fazenda Tiririca – atual cidade de Itaguaçu da Bahia. Exímio tocador de bandolim, desde a juventude dedicou-se à profissão de motorista de caminhão transportando cargas de Xique-Xique a Salvador na primitiva e precária rodovia BA 052. O bandolim era seu inseparável companheiro, morava na  boleia do caminhão e, onde quer que estacionasse para um merecido descanso, de imediato sacava do “bandola” para, antes de qualquer coisa, solar algum chorinho para a presente, fiel e constante plateia que já existia nas comunidades por onde passava e sempre esperava a chegada do caminhão de "Júlio Velho". O seu primeiro caminhão, década de 1950 foi um Ford 1951 e a partir daí vários foram os que passaram por suas mãos, dando sempre a preferência, como dizia,  aos da marca Chevrolet, tendo encerrado a profissão da caminhoneiro com um Chevrolet 1977, seu último “cheba”, como chamava. Todavia, a maior paixão de "Júlio Velho" era o seu bandolim que aprendeu a tocar “de ouvido”, sem nunca ter frequentado uma escola de música . 

Tocava, por puro prazer e devoção, composições dos grandes mestres e também às suas próprias compostas por pura emoção e inata vocação, vez que nada entendia de teoria musical e muito menos de partitura. Tornou-se o mais afamado tocador de bandolim da região.Em 1976, já quase sexagenário "Júlio Velho" aceitando o convite de alguns amigos músicos, resolveu participar de um conjunto musical na companhia de dois grandes violonistas, Everaldo Carvalho de Souza e Geraldo Carioca que, juntos trabalharam e se divertiram até 1982, ano que aconteceu a precoce morte do grande bandolinista causando um imensurável desfalque ao conjunto musical, denominado "CARIOCA SHOW". A exemplo da estrela maior empunhando o bandolim, todos tocavam pelo prazer de fazer música e de serem ovacionados pela multidão de fãs que afluía em qualquer lugar que o grupo se apresentasse. A foto acima mostra a composição do “Carioca Show”, que apesar da grande perda sofrida com a ausência de Júlio do Bandolim falecido em 1982, conseguiu sobreviver até o ano de 1988 quando se extinguiu. Além do exímio bandolinista compunham o grupo os seguintes músicos: Everaldo Carvalho de Souza, violonista, à direita de Júlio; Geraldo Carioca, violonista à esquerda de Júlio; Heitor,  que animava o conjunto musical na atividade de cantor. "Júlio Velho" faleceu no dia 21 de outubro de 1982 e está sepultado em Xique-Xique (BA) .

FONTE: BLOG XIQUE-XIQUE DE JUAREZ CHAVES .

Jornal Centro Oeste Bahia '

O oeste da Bahia se encontra aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!!! Tenha responsabilidade em seus comentários, não nos responsabilizamos por conteúdos impróprios .

Start typing and press Enter to search