Header Ads

ad

PARABÉNS AO DIA DO RÁDIO! A 25 ANOS A FM CRIATIVA FM FOI A PRIMEIRA EMISSORA DE XIQUE-XIQUE.


A Rádio Criativa FM, entrou no ar em Xique-Xique no dia 18/02/1989, funcionando com um transmissor "caseiro" de pouca potencia, cobrindo um raio de 6 km. 

Foi a primeira vez que uma rádio com frequência modulada chegou aos lares dos Xiquexiquenses. Foi um sucesso total, em todas as casas que tinha rádio, estavam sintonizadas. A Criativa FM serviu por 9 meses como laboratório para os locutores e profissionais como técnicos de Som, Sonosplasta.. que jamais teriam experiência na função .

Profissionais como: Helinho Pop, Izabela Teixeira, Antônio Rodrigues Melo, Francisco Paulo, Jorge Muniz Souza, Ailton Alves, o saudoso Edilson Cruz, Verinha Melo, Jorge Meira, Eristeu Rodrigues, Jackelina Meira, o saudoso Argemiro Borges, Cassimiro Machado Neto, Mario Leandro, mais conhecido como Mário Véio, os operadores de áudio e técnica de som eram Adriano Brito (Eu apelidado por Jorge Meira de Adriano Papagaio) e Galego Punk, a secretária era Leide Guedes. A Rádio funcionava das 05:00 às 24:00 horas, com programação musical, noticiários, programas esportivos com transmissão de jogos ao vivo, entrevistas com autoridades e entretenimento. Depois da Criativa Fm tivemos a Beira Rio Fm, a Cidade Fm e a Video Jovem Fm. Hoje a cidade de Xique-Xique conta com três emissoras de Rádio que são as Rádio Fm Xique-Xique e Tribuna do Vale Am do Grupo Braga e a Cactus Fm Comunitária .

No dia 25 de setembro, data do nascimento de Roquete Pinto - o "Pai do Rádio Brasileiro" -, comemora-se o Dia do Rádio. Em 1923, Roquete fundou a primeira emissora do país, a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro. A primeira transmissão radiofônica em terras brasileiras, no entanto, já havia ocorrido no ano anterior, mais precisamente em 7 de setembro de 1922, na comemoração do centenário da independência brasileira. Na ocasião, uma estação de rádio foi instalada no Corcovado, no Rio de Janeiro, para a veiculação de músicas e do discurso do então presidente Epitácio Pessoa. A história também cogita que um padre brasileiro, Roberto Landell de Moura, tivesse sido o inventor do rádio. Em 1894, Roberto havia desenvolvido aparelho semelhante e efetuado a emissão e recepção de sinais a uma distância de oito quilômetros, do bairro de Santana para os altos da avenida Paulista, em São Paulo. Fanáticos religiosos, contudo, cientes de que o padre brasileiro tinha pactos com o demônio, destruíram seu aparelho e suas anotações, o que atrasou o reconhecimento de sua criação pelas autoridades científicas. Só em 1900 Roberto conseguiu fazer uma demonstração pública de seu invento.

FONTE: XIQUESAMPA .

Nenhum comentário

ATENÇÃO!!! Tenha responsabilidade em seus comentários, não nos responsabilizamos por conteúdos impróprios .