[NEWS][6]

r
v
xique-xique

GOLEIRO XIQUEXIQUENSE BRUNO LUXÚRIA VEM FAZENDO SUCESSO NO FUTEBOL AMADOR DE MOGI DAS CRUZES-SP.

Nascido em Xique Xique na Bahia, o futebol fez parte da vida de Bruno desde cedo. Único filho homem em uma familia de quatro filhos, veio para São Paulo com 15 anos de idade morar na cidade de Itaquaquecetuba, mas logo teve que voltar para a Bahia, retornando à São Paulo em 2013 para morar na Vila Estação, aqui em Mogi das Cruzes.

Pegar penalti em partida decisiva é a glória de todo goleiro, ainda mais quando o time consegue o titulo. Bruno Carvalho, ou Bruno Luxúria, foi o responsável por este feito na final do campeonato da Associação de Clubes de 2015, na primeira final na nova Arena Nogueirão. No momento do penalti, o resultado ainda era de zero a zero e a defesa fez com que o panorama do jogo mudasse e se tornou um dos grandes motivos da conquista do titulo do Vila Estação frente ao Império. Na Bahia, Bruno teve a oportunidade de jogar no Fluminense de Feira de Santana com apenas 13 anos, mas devido à uma fratura teve que interromper os treinos voltando à sua cidade natal. A fratura e a saudade da família foram os principais motivos para que Bruno não retornasse ao Fluminense, pois de sua cidade até Feira de Santana a viagem era de 10 horas. Seu tratamento deveria ser de 6 meses, mas com muito menos tempo Bruno já estava voltando aos campos, jogando a Copa do Sertão pela seleção da cidade onde morava, chamada Itaguaçú. A inspiração de Bruno para jogar em uma posição muito difícil veio de um amigo chamado Charles (Tola), que era titular no time do Rio Verde, na cidade de Itaguaçú. 

Bruno sendo reserva sempre teve o amigo como referência e a inspiração era de chegar a titularidade no time, conseguindo algum tempo depois. Desde que veio morar em Mogi, na Vila Estação, Bruno começou a acompanhar o time do bairro, mas sem jogar, apenas quem era mais próximo sabia que ele era goleiro, até que participou da Copa São Francisco em 2015 pelo time do Aeroporto e em partida justamente contra o Vila, foi oficialmente apresentado ao time dos sonhos, fechando o gol. A surpresa foi enorme pelos integrantes do Vila pois tinham um excelente goleiro no mesmo bairro e não o conheciam e à partir deste momento Bruno passou a ser o goleiro oficial do Vila Estação em todos os campeonatos. O apelido Luxúria foi dado pela dona do bar que Bruno frequentava, pois quando veio da Bahia para Mogi a banda com o mesmo nome estava fazendo sucesso no Nordeste e aqui ainda ninguém conhecia, mas sempre que ouvia tocando no bar, como um bom baiano, Bruno começava a dançar, ganhando o apelido. Por falta de condições financeiras e pela proximidade à familia, Bruno desistiu de tentar a carreira no futebol e mesmo quando veio para São Paulo não realizou teste em nenhum clube, mas mesmo com 21 anos, Bruno ainda acredita que pode ter a oportunidade de jogar. Ele tem como ídolo o goleiro são paulino, Rogerio Ceni, e vê como time ideal para jogar o Santos Futebol Clube, como time internacional é fã do Manchester United.
Sobre a participação no time do Vila Estação, ele ressalta a união e amizade que encontrou ali dentro, "sem palavras, somos todos amigos", comenta Bruno. No campeonato da Associação no ano passado, Bruno participou de quase todos os jogos, tendo que ficar de fora na semifinal contra o Bem Bolado para retornar à Bahia, para registrar sua filha Yasmim, que agora tem 4 meses. Sobre a partida decisiva do campeonato de 2015, Bruno não imaginava que conseguiriam chegar até a final e jogar na recém inaugurada Arena Nogueirão. No jogo Bruno foi responsável por ter defendido o penalti ainda no primeiro tempo que, se convertido colocaria o Império na frente dificultando ainda mais a busca do Vila pelo titulo daquele ano. "Na hora do penalti apenas uma coisa vinha à minha mente, tenho que pegar, tenho que pegar", era a única coisa que havia em seus pensamentos. Após defender o penalti, Bruno revela que chorou de emoção e a sua defesa fez com que o time do Vila tivesse mais confiança de que poderia chegar a conquistar o titulo. "Quero agradecer o Léo, que jogou no gol quando fui viajar e pegou os penaltis que nos colocou na final. Agradeço também aos amigos e irmãos Paulo e Paulinho, ao Lobão, ao Valmir Hammer e à toda torcida do Vila", agradece Bruno em suas palavras finais da entrevista.

FONTE: FUTEBOL MOGIANO .

Jornal Centro Oeste Bahia '

O oeste da Bahia se encontra aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!!! Tenha responsabilidade em seus comentários, não nos responsabilizamos por conteúdos impróprios .

Start typing and press Enter to search