Header Ads

ad

XIQUE-XIQUE! FORÇA TAREFA PARA AJUDAR "SALVAR" O VELHO CHICO.

No dia 20 de Julho de 2017, foram reunidas diversas instituições e instâncias ambientais competentes para realizarem uma ação de resgate e salvamento de peixes em lagoas e marginais do rio São Francisco, na ilha do Gado Bravo, município de Xique-Xique/BA. Durante a travessia da Ipueira, espécie de lagoa berçário que recebe águas do leito principal do rio da Integração Nacional, localizada na frente da sede Municipal, o barco naufragou com toda a equipe técnica formada pelo representante da parte de Fiscalização do IBAMA; professores da rede municipal e estadual de ensino; pescadores artesanais; Colônia dos pescadores Z-37 e bombeiros civis. Apesar do susto, ninguém se feriu, pois todos estavam devidamente protegidos com coletes salva vidas e graças ao bom Deus o local era raso e arenoso.

No percurso da trilha pela vegetação nativa da ilha do Gado Bravo, encontramos um local bem preservado e de difícil acesso para a equipe. Caminhos marcados pela presença de marizeiros, jatobás, genipapos, cruilis, assissis, muquéns, coronhas, pajeús, canafístulas e cipós. Todavia, com muito esforço, conseguimos chegar com êxito ao local previsto: a lagoa marginal denominada " Comprida Grande". Assim, iniciamos a captura dos peixes com redes apropriadas, colocamos em recipientes com água barrenta e fizemos o transporte em caixas de isopor sobre a garupa de uma bicicleta Monark barra circular ano 90. Para nossa surpresa, apesar do difícil acesso, apenas 3% dos peixes morreram: o restante foi devidamente salvo na Ipueira. Dentre as espécies de peixes salvas, encontramos: matrinxã, curimatã, mandi, piau, sarapó, sardinha e piabas. Portanto, com muito empenho e coragem da equipe, os obstáculos iniciais foram vencidos e concluímos mais uma missão em defesa do rio Rio São Francisco (ÓPARÁ).

Por Prof' Railton Nascimento Barbosa/Membro da Força Tarefa.

FALA XIQUE-XIQUE.

Nenhum comentário

ATENÇÃO!!! Tenha responsabilidade em seus comentários, não nos responsabilizamos por conteúdos impróprios .