Reaproximando Xiquexiquenses!

Reaproximando Xiquexiquenses!

THE VOICE BRASIL: KEVIN NADJANA FOI O GRANDE INJUSTIÇADO DESTA EDIÇÃO.

Os fãs do reality show elegeram o brasiliense como ícone injustiçado da atração. Para muitos a final seria entre Kevin Nadjana e Priscila Tossam.

A final do The Voice Brasil 2018, exibida nessa quinta-feira (27/9), ainda está dando o que falar. A vitória do gaúcho Léo Paim, do Time Télo, não agradou a muitos fãs do reality show – pelo menos, não aos que acompanhavam pelas redes sociais. A indignação dos internautas com a derrota de Kevin Ndjana colocou o nome do representante do Time Ivete entre os assuntos mais comentados mundialmente no Twitter durante a exibição do programa. Além dos favoritos, concorreram ao prêmio Erica Natuza, do Time Brown, e Isa Guerra, de Lulu Santos. O brasiliense radicado na Paraíba, um dos favoritos desde as Audições às Cegas, agradou aos fãs com a interpretação de I Got You (I Fell Good), principal hit de James Brown, e terminou a apresentação sob gritos de “é campeão”. 

Depois, fechou a participação com uma versão de Ainda Bem, de Thiaguinho. Mais sobre o assunto: Gaúcho Léo Pain vence a 7ª temporada do The Voice Brasil, salvo por Ivete, brasiliense Kevin Ndjana continua no The Voice Brasil. The Voice Brasil: saiba quem são os últimos vencedores das batalhas. Na internet, a vitória do cantor de apenas 24 anos era dada como certa, mas, após as previsões otimistas dos fãs serem frustradas pelo resultado que consagrou Paim “a voz do ano” com 50% dos votos, Ndjana se tornou o ícone injustiçado da sétima edição. A revolta ficou registrada nos comentários. “Maior injustiça da história”, disse um seguidor do concurso musical. “Pode pedir o VAR no The Voice”, questionou outro internauta, completando: “Um absurdo Kevin não ter sido o campeão. Melhor voz, artista mais completo, um espetáculo. Lamentável, até o câmera achou que o campeão era ele”.

Relembre a trajetória de Kevin Ndjana: Na batalha dos Técnicos o brasiliense Kevin Nadjana, do time da baiana, disputou a permanência no reality show com Lia Gondim, de Brown. Para o show, o cantor fez uma homenagem à mestre e entoou o hit A Lua que Eu Te Dei. Ao ser escolhido, Kevin agradeceu aos fãs e à família. “Obrigada a todos que votaram em mim, pessoal de Brasília e de Ceilândia”, disse o cantor.

Tira-Teima: O brasiliense Kevin Ndjana entrou no Tira-Teima cantando o hit internacional Happy, de Pharrell Williams. Ele disputou com Edson Carlos, Gisele Lira e Ramon Nascimento. Os fãs do programa votaram pela permanência do carismático Edson Carlos. Já a jurada baiana escolheu, além de Kevin, Gisele para continuar no seu time.

Batalhas: Kevin Ndjana disputou a fase das batalhas com Zack. No duelo, eles cantaram Meu Abrigo, do trio Melim, pelo time de Ivete Sangalo. A baiana elogiou os dois cantores. “Estão todos no mesmo nível”, disse. Mas acabou escolhendo o brasiliense. Lulu não pensou duas vezes e “pegou” o Zack.

Audições às cegas: O cantor ganhou o coração de Ivete Sangalo na fase de audições às cegas com o feat. de Mark Ronson e Bruno Mars, Uptown Funk. Filho de camaroneses, Kevin Ndjana mora em João Pessoa, Paraíba. Ele nasceu em Brasília, na época em que a mãe dele trabalhava na Embaixada de Camarões.

FONTE: METRÓPOLIS. 

Nenhum comentário

Atenção! Tenha responsabilidade em seus comentários, não nos responsabilizamos e nem por adicionar conteúdos impróprios.