Header Ads

ad

SENADOR JOÃO DURVAL PEDE MAIS ATENÇÃO DO GOVERNO À ENERGIA SOLAR E FALA DE XIQUE-XIQUE .

O senador João Durval (PDT-BA) citou projeto de implantação de usina solar no município baiano de Xique-Xique, pelo grupo italiano Enel Green Power, e a experiência pioneira do grupo EBX no município cearense de Tauá, em funcionamento desde o final de 2011 .

Em discurso nesta quarta-feira (21), o senador João Durval (PDT-BA) alertou para a necessidade de o governo ampliar a utilização do potencial brasileiro de energia solar. O senador apresentou estudo do Instituto de Termodinâmica do Centro Aeroespacial da Alemanha, de 2006, que concluiu pela necessidade de garantir até 2050 uma participação de 80% na matriz energética para as fontes renováveis, com destaque para as fontes solar, eólica e hídrica. – Agora que fazemos parte do grupo de países emergentes e com novos patamares de crescimento econômico, precisamos aumentar rapidamente a geração de energia e investir com vigor na pesquisa, no financiamento e na produção de energias alternativas, atualizando a nossa matriz energética, para não corrermos o risco de racionamento e de estrangulamento do setor produtivo – sugeriu Durval, ressaltando que o Brasil se tornou recentemente a sexta economia do mundo .

O senador ressaltou que, nesse aspecto, o Brasil apresenta grandes vantagens em comparação com a maioria dos países desenvolvidos ou emergentes. No caso específico da energia solar, o país tem a maior área territorial dos trópicos, recebendo grande quantidade de irradiação solar, lembrou. Citando o pesquisador Ricardo Rüther, da Universidade Federal de Santa Catarina, Durval disse que Florianópolis, “o lugar menos ensolarado do Brasil”, recebe 40% mais energia solar do que o lugar mais ensolarado da Alemanha. – Imaginem o restante do país. O nordeste brasileiro, com uma grande área semiárida, clima quente, baixíssimo índice pluviométrico, pouca incidência de nuvens e elevada incidência de radiação solar, é uma região com características plenamente favoráveis à implantação de usinas de geração solar – observou .

O senador citou projeto de implantação de usina solar no município baiano de Xique-Xique, pelo grupo italiano Enel Green Power, e a experiência pioneira do grupo EBX no município cearense de Tauá, em funcionamento desde o final de 2011. João Durval também mencionou acordos fechados pela empresa brasileira Braxenergy para implantar usinas geradoras de energia termo-solar na África do Sul e no Peru. – A energia elétrica derivada da fonte solar é a maior garantia de um abastecimento perene no futuro; é também a garantia para o tão almejado crescimento sustentável de nossa economia. Especialmente no nordeste brasileiro representa oportunidade única, onde se unirá tanto as condições técnicas ideais para esse tipo de energia como a oportunidade de desenvolver social e economicamente uma área carente de oportunidades que é o sertão do país – disse .

FONTE: CENÁRIO MATO GROSSO .

Nenhum comentário

ATENÇÃO!!! Tenha responsabilidade em seus comentários, não nos responsabilizamos por conteúdos impróprios .