Header Ads

ad

XIQUE-XIQUE É UM DOS MUNICÍPIOS BAIANOS QUE MENOS REGISTROU EMPREGOS EM 2010 .

INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO E AGRICULTURA TAMBÉM COM BOM DESEMPENHO .

A Bahia registra cerca de 91 mil empregos com carteira assinada em 2010. A Construção civil e os Serviços foram os setores que mais geraram postos de trabalho celetistas de janeiro a setembro de 2010, sendo responsáveis por saldos de 27.114 e 26.178 empregos, respectivamente. Também tiveram bons desempenhos, a Indústria de transformação (17.183) e a Agropecuária (10.845).

Administração pública e Serviços industriais de utilidade pública contabilizaram os saldos menos expressivos, implicando na criação de 302 e 312 postos de trabalho celetistas, respectivamente. Em 2010, tem-se equilíbrio na geração de postos entre municípios do interior baiano e os da Região Metropolitana de Salvador (RMS). Foram criados 45.517 novos empregos na RMS (50,04%) ao mesmo tempo em que na região não-metropolitana foram abertas 45.448 vagas (49,6%). Os municípios metropolitanos que mais criaram vagas com carteira assinada foram Salvador (25.513 vagas), Camaçari (7.963), Lauro de Freitas (4.747) e Simões Filho (2.373).

Com relação aos municípios do interior do estado, Feira de Santana (7.133 vagas), Juazeiro (4.908), Casa Nova (3.578) e Vitória da Conquista (3.392) foram os que mais se sobressaíram. As cidades de Ipiaú, Xique-Xique, Itamaraju e Cruz das Almas são os municípios que registraram os saldos mais negativos - respectivamente; -677, -513, -400 e -394 empregos.

**** SEGUNDO MELHOR SALDO JÁ REGISTRADO PARA O MÊS DE SETEMBRO*** .
 


O saldo do mês (10.287 postos formais) foi um pouco inferior ao contabilizado em igual período do ano anterior (10.765 vagas) e também ao verificado em agosto (11.207 vagas), mês imediatamente anterior ao avaliado. O resultado de setembro foi obtido pela diferença entre a movimentação de 68.647 trabalhadores admitidos e 58.360 desligados no mês. Segundo a série histórica do Caged, em termos absolutos e relativos, este foi o segundo melhor saldo já registrado para o mês de setembro, sendo superado apenas pelo ocorrido em 2009. Em setembro deste ano, a abertura de postos com carteira de trabalho assinada na Bahia ocorreu de forma mais expressiva no setor de Serviços (3.962 empregos).

Em seguida, destacam-se o Comércio (2.223 vagas formais) e a Indústria de transformação (2.060 empregos formais). A Construção civil apresentou um saldo menos expressivo, da ordem de 1.591 empregos. Em contraposição, o setor da Agropecuária chama atenção com o único resultado negativo no mês em questão (-48 vagas). Na região Nordeste, o estado da Bahia foi o terceiro em geração de empregos formais, em setembro deste ano, sendo superado por Pernambuco (39.645 postos) e Alagoas (28.256 postos). Na comparação com os 26 estados brasileiros mais o Distrito Federal, a Bahia obteve o oitavo saldo mais expressivo de empregos criados no País no mesmo mês. Nesse sentido, o volume total de 10.287 empregos gerados só foi menor do que o verificado nos estados de São Paulo (53.572), Pernambuco (39.645), Alagoas (28.256), Rio de Janeiro (21.649), Paraná (14.038), Santa Catarina (12.704) e Rio Grande do Sul (11.139).

Do ponto de vista intraestadual, em setembro, o interior da Bahia registrou um saldo de 5.599 empregos, o que equivale a 54,4% do total estadual, ao passo que a RMS gerou 4.688 postos de trabalho com carteira assinada, representando 45,6% do saldo de empregos baiano. Dentre os municípios da RMS, Salvador (2.392 vagas), Lauro de Freitas (1.187), Dias D'Ávila (365 vagas) e Simões Filho (317 vagas) foram os maiores geradores de postos. No interior do estado, destacaram-se Feira de Santana (1.227 vagas), Casa Nova (608), Mata de São João (435) e Vitória da Conquista (338). Os desempenhos mais negativos no mês ficaram por conta das cidades de Serrinha (-234 vagas), Xique-Xique (-154 vagas), Correntina (-84 vagas) e Muritiba (-73 vagas), respectivamente .

"Espero que Xiquexique suma dessas estatisticas negativas,nossa cidade tem grande potêncial pra não figurar nestas listas "negras", concertesa a PMXX buscará melhores condições de trabalhos e geração de empregos a nossa população Xiquexiquense" . Adriano Brito .

FOTOS : JOÃO MACHADO .
FONTE : AGECOM . (http://www.comunicacao.ba.gov.br/noticias/2010/10/19/bahia-registra-10.287-novos-empregos-com-carteira-assinada-em-setembro) .

6 comentários:

  1. VOTA MAIS NOS BRAGAS,ESSA CIDADE NUM APRENDE A LIÇÃO NUNCA,TOMAAAAAAAAAAAAAAA .

    ResponderExcluir
  2. É ANÔNIMO FAZER O QUE NÉ, O XIQUEXIQUENSE TEM QUE SE TOCA.

    ResponderExcluir
  3. MAIS BOMBA PARA XIQUE-XIQUE:

    RESULTADOS DO CENSO 2010:

    XIQUE-XIQUE: 45.091 habitantes
    GENTIO DO OURO: 10.590 habitantes
    BARRA: 49.296 habitantes

    RESULTADOS DO CENSO 2000:

    XIQUE-XIQUE: 44.718 habitantes
    GENTIO DO OURO: 10.173 habitantes
    BARRA: 44.203 habitantes

    CRESCIMENTO 2000/2010:

    XIQUE-XIQUE: 373 habitantes
    GENTIO DO OURO: 407 habitantes
    BARRA: 5.093 HABITANTES!

    fonte: www.ibge.gov.br

    ESTA AÍ OS RESULTADOS REAIS DAS ADMINISTRAÇÕES DE XIQUE-XIQUE NESTES ÚLTIMOS 10 ANOS: 373 míseros habitantes... ENQUANTO BARRA DO RIO GRANDE: ORGULHOSOS 5.093 HABITANTES!!!

    ResponderExcluir
  4. Perseguidor05/11/2010 13:53

    A oposição de Xique Xique quando tava no poder criou mais de 1 milhão de empregos diretos em Xique-Xique fora os 3 milhões de indiretos, lembo-me ate dos principais cargos, grafica que fabricava dinheiro falso e notas fiscais frias, desmanche ilegal de carros roubados, armazem de cargas surrupiadas, e outras cozitas mais.

    ResponderExcluir
  5. po naõ sei quem é mais superficial na s análises se os braguistas ou anti braguistas, galera há toda uma complexa de fatores q atuam no processo, o prblema de xiq-xiq não é , nunca foi, estritamente político, seria otimo fosse só os bragas no poder q emperrasse o desenvolvomento do municipio, falar nisso, não dá pra esperar nada tambem da oposição q ora faz zuada por lá, tem pouca diferença, será q essa pouca difernça alavancaria o lugar??? claro q não, pois como disse, ha vários fatores envolvidos, alguns estão na alçada politica, outros não...

    ResponderExcluir
  6. Espero que Xiquexique suma dessas estatisticas negativas,nossa cidade tem grande potêncial

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!!! Tenha responsabilidade em seus comentários, não nos responsabilizamos por conteúdos impróprios .