[NEWS][6]

r
v
xique-xique

NA TRILHA DA CIDADANIA VAI CAPACITAR MAIS DE 350 JOVENS .

Sérgio Campos - designer - ex aluno e monitor do projeto Na Trilha da Cidadania
Margareth na aula inaugural do Projeto Na Trilha da Cidadania Jovens nas aulas práticas .

Mais de 350 jovens de Salvador começam se preparar para enfrentar o mercado de trabalho, em mais uma etapa do projeto Na Trilha da Cidadania, realizado pela Associação Fábrica Cultural.

A aula inaugural da primeira turma deste ano aconteceu nesta quinta-feira, 7, no bairro do Bonfim e contou com a presença do secretário de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), Carlos Brasileiro, da cantora e presidente da instituição, Margareth Menezes e representantes do Programa Jovens Baianos da Sedes, do Sebrae e Lions Club Itapagipe. Em parceria com o Governo do Estado, através da Sedes, o projeto Na Trilha da Cidadania promove a inclusão sócio-educativa de jovens na faixa etária entre 16 e 24 anos de idade, através de ações integradas para formação e qualificação profissional.

São oferecidos cursos de estamparia, designer gráfico, criações em costura, produção cultural e manutenção de micro e rede. Revelando-se satisfeito com os resultados positivos do projeto, Carlos Brasileiro destacou a importância do trabalho da Fábrica Cultural e o apoio do Governo do Estado da Bahia a projetos que possibilitem a inclusão social dos jovens. “O reconhecimento, a sensibilidade e o amor que Margareth Meneses tem às suas raízes e a qualidade da equipe, fazem com que o projeto seja um sucesso” disse o secretário. A intenção é levar a experiência vivida pelos jovens da Peníssula Itapagipana para outros bairros de Salvador e cidades do interior.

NO MERCADO DE TRABALHO :
Segundo o ex-aluno, hoje monitor da instituição, Sérgio Campos, de 18 anos, o curso de designer gráfico proporcionou uma verdadeira revolução em sua vida, ao facilitar sua entrada no mercado de trabalho com uma capacitação profissional. “Antes do curso eu não tinha perspectiva, não sabia o que fazer, não tinha foco. A Fábrica de Cultura me deu uma diretriz”, reconheceu Sérgio. Para a ex-aluna e agora costureira Valdenize Oliveira, 21, foi fundamental ter tido a oportunidade de se profissionalizar com os cursos oferecidos pela projeto. “Mas, o que mais importa não é a ajuda financeira, mas sim o aprendizado. Mais do que o dinheiro, o que aprendemos com dedicação é mais importante”, ressaltou.

POR GERVÁSIO LIMA// ASCOM /SEDES .
FOTOS : RITA TAVARES .
FONTE : XIQUESAMPA // GERVÁSIO LIMA .

Jornal Centro Oeste Bahia '

O oeste da Bahia se encontra aqui!

Um comentário

  1. Foi um prazer fazer parte do Programa na Trilha da cidadania no ano de 2010 na turma de design gráfico ao lado de Sérgio Campos, pessoa muito inteligente e que eu admiro muito. Muito Obrigada a todos pela grande oportunidade! Axé pra vcs! Ana Soraia Paiva.

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!!! Tenha responsabilidade em seus comentários, não nos responsabilizamos por conteúdos impróprios .

Start typing and press Enter to search